CONTATO

Os interessados por orçamentos para consultas, aulas ou palestras , favor entrar em contato através do e-mail: terapeuta_instrutor_taichi@hotmail.com

MINHA PARTICIPAÇÃO NA 3ª EDIÇÃO DO TERRA VIVA - POR UM MUNDO MELHOR, FALANDO SOBRE" TAI CHI CHUAN "

MINHA PARTICIPAÇÃO NA 3ª EDIÇÃO DO TERRA VIVA - POR UM MUNDO MELHOR, FALANDO SOBRE" TAI CHI CHUAN "

"É NA BUSCA POR UM ALENTO QUE SURGE ESSE PENSAMENTO: PARTILHAR NUNCA SERÁ EM VÃO"

MUITA PAZ A TODOS!! ESPERO QUE DESFRUTEM DESSE HUMILDE ESPAÇO.
"Não ame simplesmente o que você faz, ame o próximo! Ame a pessoa que está à sua frente, que o procura com seus dramas e desejos. Existe um ser humano à sua frente que precisa se sentir importante. Quem trabalha com amor e por amor jamais vai tratar os outros como coisas ou como partes de uma engrenagem."

"Harmonizar nossas personalidades é o maior desafio que podemos encarar. As três qualidades que nos permitem melhor alcançar este desafio são: amor, misericórdia e perdão. Primeiro e mais do que tudo, para nós mesmos. Seja misericordioso e perdoe a si mesmo. E com amor, esqueça as coisas do passado e siga adiante. Então você será capaz de ter sentimentos reais de perdão e amor pelos outros. Esta é a forma mais verdadeira de ajuda"

MINHA NOVA SALA DE ATENDIMENTO PARA ALÍVIO DE DORES EM GERAL, NA REGIÃO DA AV PAULISTA

MINHA NOVA SALA DE ATENDIMENTO PARA ALÍVIO DE DORES EM GERAL, NA REGIÃO DA AV PAULISTA
RUA ITAPEVA, PROXÍMO AO METRÔ TRIANO, AO LADO DA FUNDAÇÃO GETÚLIO VARGAS

Quem tenta ajudar uma borboleta a sair do casulo a mata. Quem tenta ajudar um broto a sair da semente o destrói. A certas coisas que não podem ser ajudadas. Tem que acontecer de dentro pra fora.
Rubem alves


"Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade"
Carlos D. de Andrade

"A melhor maneira de se começar o dia é imaginar como podemos dar alegria a pelo menos uma pessoa" Friedrich Nietzche

"Não há projeto senão o da Paz, do Amor, da Alegria. Todos os outros planos são fúteis"
Pierre Lévy

" O conformismo é carcereiro da liberdade e o inimigo do crescimento"
John Kennedy


A magia do Toque

Tocar alguém é como descobrir este alguém. Através do toque, podemos sentir, de fato, a presença física de algum objeto ou pessoa. Não é à toa que as crianças, ao pedirem para ver alguma coisa, imediatamente querem tocar. E os adultos, também imediatamente, comentam: "para ver não é preciso pôr a mão!" será que não ?!
Depende da profundidade com que se quer ver! Quando tocamos alguém, conseguimos experimentar e vivenciar este alguém. E as crianças nada mais querem ( e precisam) que experimentar, sentir, descobrir e viver a vida e sensações que ela pode oferecer.
Por isso e por muito mais, tocar é mágico! Assim como também é mágico deixar-se tocar, pois através desde contato essencial, pode-se chegar à alma de quem toca e de quem deixa-se tocar.
A mão sabe!
A mão sabe mesmo, e sabe muito. Sabe mais que o intelecto, porque experimenta. As mãos estão nas extremidades dos braços, são membros que partem da linha do coração, é a continuação do centro cardíaco. O coração é a mente maior, é a inteligência pura.
As pessoas têm a errônea impressão de que devem consultar seu intelecto quando têm algum problema, no entanto, o intelecto é apenas um gerenciador de "arquivos", ou seja, de memórias, de vidas. Mas a vida em si está no coração de cada um.
As mãos estão repletas de energias e , ao tocar alguém, há uma troca de vibrações personalizadas. Portanto, a postura de quem toca deve estar livre para que este canal de doação e recepção esteja aberto e limpo. Para que as mão falem a linguagem do amor e da compaixão e para liberar esta energia contida no coração, é preciso humildade, Quem toca deve se encher de simplicidade e mentalizar: " Eu não sei nada!"
O toque transformador deve estar pleno de humildade. A palavra humildade vem do prefixo hummus, que significa fertilidade da terra - aquela que esta vazia e pronta para receber

Pele e Psiquismo

Tocar faz a diferença

A pele é o órgão de transformação de estímulos físicos em comunicadores químicos e em estados psicológicos. Em qualquer época da vida, um contato terno e amoroso na pele produz a sensação de apoio, consolo, companhia e presença amiga; um contato rude e agressivo faz a pessoa sentir-se rejeitada, desprezada, invadida e provoca-lhe reação de defesa ou raiva.
Portanto, a pele, além de órgão envoltório do organismo, com múltiplas funções de proteção e equilíbrio, informa o sistema nervoso permanentemente sobre o que se passa no ambiente e gera imagens mentais, emoções e sentimentos o tempo todo.
Todo estímulo que ela recebe origina algum estado interior. E isso não se limita ao óbvio, como temperatura, tato e pressão, para os quais existem receptores nervosos na estrutura da pele. Mesmo ondas sonoras são percebidas; qualquer tipo de som é captado não só pelos ouvidos, mas por todo o corpo. O musicoterapeuta Stephen Halpern conta, no livro Som Saúde, que duas pessoas surdas foram levadas a uma boate por um amigo e, apesar de não possuírem audição, depois de certo tempo decidiram sair daquele local, porque estavam sentindo dores no corpo provocadas pelo som elevado.

A couraça muscular

Fato impressionante, porém, é o endurecimento que as pessoas sofrem através da vida, o qual torna sua pele quase insensível aos estímulos físicos. Primeiro, por causa das restrições, das proibições, das limitações, dos nãos e das manipulações através do medo, da vergonha e da culpa, todos fatores geradores de estresse e, conseqüentemente, de tensão muscular e cutânea; depois, pela sexualização do contato físico, também estressante, imposta por informações viciosas passadas pelos pais, por educadores e pelas religiões.
Essas tensões, repetidas e acumuladas nas aponeuroses, nos músculos e na pele, acabam por endurecer a tal ponto esses tecidos que formam o que Wilhelm Reich chamou "couraça muscular do caráter": a pessoa praticamente anestesia sua pele e não consegue sentir o contato amoroso ou o repele por sentir-se amedrontado por ele.
Isso causa um enorme prejuízo emocional à pessoa, porque a necessidade de contato físico, essencial na infância, permanece por toda a vida e faz o ser humano sentir-se vivo. E o primeiro ambiente onde as pessoas podem aprender a tocar-se é a família. Lamentavelmente é aí que elas aprendem a não tocar nem ser tocadas pelos motivos mencionados.
A falta de contato físico entre as pessoas isola-as nos seus envoltórios cutâneos e faz com que percam a percepção do amor dos familiares e amigos, que são essenciais ao bom funcionamento orgânico. Entre os adultos só se entende e aceita contato físico por interesse sexual, mesmo que seja praticado maquinalmente. Nas prisões, o pior castigo é a solitária, onde o detido fica privado de qualquer tipo de contato com outro ser humano.
Essa exigência básica da natureza humana faz com que todos os indivíduos anseiem sempre por contato de qualquer tipo, visual, auditivo ou tátil para se sentirem reconhecidos como pessoas. Desses três tipos, o mais intenso é sem dúvida o contato pele a pele, seja por um aperto de mão, por uma carícia suave ou por um abraço; quando o indivíduo está fechado para esse tipo de estímulo, um contato agressivo ainda é menos ruim do que nada, pelo menos ele está sendo reconhecido.
Os poucos que estão abertos ao contato espontâneo, os que consideram o contato como natural e benéfico, têm mais possibilidades de praticar atos tão lúdicos e prazerosos como dançar com parceiro ou parceira e estão mais aptos a ter atividade sexual consciente e satisfatória.

Toque e equilíbrio

Por isso é fundamental para a vida equilibrada que as pessoas toquem as outras, aceitem ser tocadas pelas outras e toquem a si mesmas. Para tal é preciso dessexualizar o contato físico e tocar como simples reconhecimento do outro, para transmitir amor, amizade e estímulo, e aceitar o mesmo da parte dos outros.
Assim também é imprescindível que a pessoa toque a si mesma praticando a automassagem, método da medicina chinesa, que estimula todos os órgãos através de pontos de ativação dos meridianos, presentes na superfície da pele. A automassagem coloca o ser humano em contato com sua própria existência e concorre para a formação de uma autoimagem positiva.
Portanto, o toque na pele, o contato com a superfície cutânea, por meio do sistema constituído por terminações nervosas, vasos, células imunitárias e comunicadores químicos faz a diferença entre uma vida com bons relacionamentos e uma vida de isolamento e depressão.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Para quem gosta de soja.. umas receitinhas....

Extrato De Soja “Leite De Soja”Ingredientes:
- 3 xícaras (chá) de grãos de soja escolhidos e sem lavar
- 4,5 litros de água
- 1 colher (chá) de sal
- 6 colheres (sopa) de açúcar
- 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
Modo de preparo:
- Ferver um litro e meio de água, adicionar a metade do bicarbonato e misturar.
- Colocar os grãos e contar cinco minutos a partir da nova fervura.
- Escorrer a água e lavar os grãos em água corrente, esfregando-os entre as mãos para retirar as cascas.
- Colocar o restante da água para ferver. Adicionar a outra metade do bicarbonato e cozinhar os grãos por cinco minutos. Não descartar a água.
- Quando estiver morno, bater os grãos e a água no liqüidificador por três minutos.
- Cozinhar em uma panela aberta por 10 minutos, reduzindo a chama após a fervura, mexendo sempre.
- Quando estiver morno, coar em pano de algodão limpo e espremer bem através do pano.
- O líquido filtrado é o extrato de soja (leite) e a massa restante, o resíduo.
- Levar o extrato novamente ao fogo e ferver por dois minutos.
- Adicionar o açúcar e o sal ao extrato.
Para obter sabores diferentes basta acrescentar chocolate em pó, canela, baunilha, etc.

Pudim de Soja
Ingredientes:
- 1 lata de leite condensado
- a mesma medida de leite de soja
- 1 colher (chá) de aroma de baunilha
- 1 colher (sopa) amido de milho
- 4 ovos
Modo de Preparo:
Bata todos os ingredientes no liqüidificador. Coloque numa fôrma para pudim caramelizada e deixe em banho-maria. Para saber se está pronto, mergulhe um palito, quando sair sequinho é só esperar esfriar e comer!

Soja Frita
Ingredientes:
- 1 xícara (chá) de soja escolhida e seca
- 3 colheres (sopa) de sal
- 2 litros de água
- 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio
- óleo de soja para fritura

Modo de preparo:
Ferver um litro e meio de água, adicionar a metade do bicarbonato de sódio e misturar;
colocar os grãos e contar cinco minutos a partir da nova fervura;
escorrer a água e lavar os grãos em água corrente;
colocar os grãos de molho, por oito horas, em uma quantidade de água fria correspondente a três xícaras (chá), adicionada do restante do bicarbonato de sódio;
transferir os grãos para uma peneira (tipo escorredor de macarrão) e descascá-los sob água corrente, esfregando-os entre as mãos, para separar as cascas;
cozinhar os grãos descascados por 15 minutos em panela aberta com três vezes o volume de água, Adicionando o sal. A contagem do tempo inicia-se após a fervura;
descartar a água do cozimento e escorrer os grãos em peneira;
secar os grãos escorridos sobre pano de algodão limpo ou toalha de papel;
colocar o óleo para aquecer em uma panela funda;
fritar os grãos até que a espuma formada desapareça e os grãos comecem a dourar;
retirar os grãos fritos, escorrendo o excesso de óleo e colocá-los sobre papel absorvente; e guardar a soja frita, em vasilha fechada.
Rendimento: aproximadamente 200g

Kinako (Farinha de Soja Torrada Moída)
Ingrediente:
1kg de grão de soja escolhidos

Modo de preparo:
Colocar os grãos em uma assadeira rasa média e torrá-los em forno pré- aquecido, por 20 minutos em fogo baixo, mexendo para que não queimem, até que as cascas do grão soltem-se com facilidade.
Deixe os grãos esfriarem.
Moer os grãos em liqüidificador até a obtenção de farinha semelhante à farinha de amendoim. Armazenar a farinha em recipiente fechado.

Observação: Em forno de microondas, colocar ½ kg de grãos em um piréx médio e torrá-los na potência alta por aproximadamente seis minutos, mexendo de 2 em dois minutos.

Cereias com Kinako
Ingredientes:
1/3 de xícara (chá) da fruta de sua preferência, picada
3 colheres (sopa) de aveia em flocos
2 colheres de kinako
4 colheres de flocos de cereais
1 colher de chá de uvas passas (opcional)
1/3 copo de leite
Se necessário, adoçar com mel, açúcar ou adoçante

Modo de preparo:
Colocar, em uma tigela, todos os ingredientes secos; adicionar o leite

Rendimento: Uma porção

Iorgurte com Kinako
Ingredientes:
1/3 xícara (chá) da fruta de sua preferência, picada
1 colher (sopa) de kinako
1 copo de iogurte de sua preferência
Se necessário, adoçar com mel, açúcar ou adoçante

Modo de preparo:
Colocar, em uma tigela, todos os ingredientes secos; adicionar o leite.

Granola com Kinako
Ingredientes:
2 colheres (sopa) da granola de sua preferência
2 colheres de kinako
1 potinho de iogurte ou ½ xícara (chá) de leite
1 colher (sopa) de mel, açúcar ou adoçante, na quantidade desejada

Modo de preparo:
Colocar em uma tigela todos os ingredientes secos; adicionar o iogurte ou leite.
Observação: Se desejar, adicionar uma fruta de sua preferência, picada.
Rendimento: Uma porção

Mingau Com Kinako
Ingredientes:
1 xícara de leite desnatado, semi-desnatado ou integral
1 colher (sopa rasa) de amido de milho ("maisena")
1 colher (sopa) de açúcar
1 colher de kinako
Canela em pó
Modo de preparo:
Em uma panela, adicionar o leite, o kinako, o açúcar e a "maisena"; Levar ao fogo para ferver, mexendo sempre para não empelotar; Cozinhar até ficar cremoso, despejar em uma tigela, polvilhar com canela em pó;
Servir quente.

Rendimento: uma porção

Arroz Doce com Kinako
Ingredientes:
2 xícaras (chá) de arroz cru, lavado e escorrido
8 Xícaras (chá) de leite desnatado, semi-desnatado ou integral
3 xícaras (chá) de água
2 e ½ xícaras (chá) de açúcar
½ xícara de kinako
Canela em pó

Modo de preparo:
Em uma panela, colocar as três xícaras de água e quatro xícaras (chá) de leite; Levar ao fogo e, quando levantar fervura; adicionar o arroz previamente lavado e escorrido;
Quando o arroz estiver quase cozido, juntar o restante do leite, o kinako e o açúcar.
Assim que o arroz estiver cozido, retirar do fogo, transferir para uma vasilha e salpicar com canela em pó, a gosto.

Rendimento: Aproximadamente 20 porções.

Farinha de Soja
Ingredientes:
- Soja em grãos escolhidos e sem lavar.

Modo de preparo:
- Adicionar a soja em água fervente, conforme descrito para o extrato de soja "leite de soja", e cozinhar por cinco minutos.
- Escorrer bem os grãos e colocá-los para secar sobre um pano de algodão limpo e seco ou sobre papel toalha, por cerca de uma hora.
- Torrar os grãos, no forno em fogo baixo por cerca de uma hora, mexendo sempre com o auxílio de colher de pau (como para torrar amendoim).
- Triturar os grãos torrados no liqüidificador ou em máquina de moer carne.
- Peneirar a farinha obtida, utilizando uma peneira fina e, guardá-la em vasilha seca e tampada.

Hidratação da PVT (Proteína Vegetal Texturizada)
“Carne” de Soja
Ingredientes:
-1 xícara (chá) de PVT
-2 xícaras (chá) de água fervente
Modo de preparo:
- Colocar a PVT em um recipiente (pires) e cobrir com a água fervente.
- Aguardar 10 minutos para a PVT absolver a água.
- Escorrer a PVT em peneira (tipo escorredor de macarrão), retirando o excesso de água com o auxílio de uma colher, apertando-a contra a peneira.
- Usar em refogados, molhos, e recheios como substituto da carne moída.
Obs.: A Proteína Vegetal Texturizada é também conhecida pela denominação de PTS (Proteína Texturizada de Soja).

Grãos Cozidos
Ingredientes:
- 2 xícaras (chá) de grãos de soja escolhidos, sem lavar
- 1 colher (café) de bicarbonato
- 8 xícaras (chá) de água
Modo de preparo:
- Ferver três xícaras (chá) de água, adicionar a metade do bicarbonato de sódio e cozinhar os grãos por cinco minutos, contados a partir da segunda fervura.
- Escorrer a água e promover o choque térmico, em água fria, lavando os grãos, como descrito para o extrato.
- Escorrer a água e colocar a soja de molho com três xícaras (chá) de água fria, por oito horas, aproximadamente.
- Escorrer os grãos e separar as cascas.
- Cozinhar por uma hora em panela aberta, ou por 20 minutos em panela de pressão, adicionando uma colher (sopa) de óleo de soja.

Massa básica
- Proceder a receita dos grãos cozidos completa e acrescentar o que segue:
- Passar a soja cozida em máquina de moer carne, ou bater no liqüidificador, adicionando um pouco da água de cozimento, até a obtenção de uma massa homogênea.
Obs: Esta massa pode ser guardada no freezer para ser utilizada em diferentes receitas.

Pão de Resíduo
Ingredientes:
Fermento:
- 3 colheres (sopa) de fermento de pão ou um pacotinho de fermix
- 3 colheres (sopa) de açúcar
- 1 xícara (chá) de água morna
Massa:
- 1/4 de xícara (chá) de óleo de soja
- 3 colheres (sopa) de açúcar
- 1 colher (sopa) rasa de sal
- 2 xícaras (chá) de resíduo de soja
- 5 xícaras (chá) de farinha de trigo
Modo de preparo:
Fermento:
Em um recipiente (bacia), dissolver o fermento com água e adicionar os demais ingredientes. Cobrir com plástico e, deixar em repouso para crescer, por 15 minutos.
Massa:
Misturar ao fermento o resíduo, o açúcar e o óleo. Adicionar aos poucos, a farinha de trigo, trabalhando a massa até que os ingredientes se unam e a massa se desprenda dos dedos. Moldar os pães no formato desejado, dispor em formas untadas e polvilhadas com farinha de trigo, deixar crescer por uma hora e, assar por 30 minutos em forno pré-aquecido.

Torta de Banana ou Maça
Ingredientes:
- 12 bananas nanicas maduras
- 2 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 2 xícaras (chá) de farinha de soja
- 1 xícara (chá) de açúcar
- 4 ovos inteiros
- 1 colher (sopa) de fermento em pó
- 150 g de margarina
Modo de preparo:
- Misturar o açúcar, as farinhas, o fermento e peneirar, juntar a margarina e preparar uma "farofa" esfregando os ingredientes com as mãos.
- Untar uma assadeira com margarina e polvilhar com farinha de trigo.
- Colocar metade da "farofa" e cobrir com as bananas cortadas em três partes (no sentido do comprimento). Cobrir com o restante da "farofa", sem apertar.
- Bater quatro ovos inteiros, como se fosse fazer uma omelete, ir colocando sobre a última camada, com ajuda de um garfo.
- Polvilhar com canela em pó e, levar ao forno em temperatura média, por cerca de 25 minutos.

Almôndegas de Soja
Ingredientes:
Massa:
- 2 e 1/2 xícaras (chá) de resíduo de soja
- 2 colheres (sopa) de farinha de trigo
- 2 colheres (sopa) de cheiro verde picado
- 1 colher (sopa) de cebola picada
- sal (a gosto)
- óleo de soja (fritura das almôndegas)
Molho:
- 1 xícara (chá) de tomates picados sem sementes
- 2 colheres (sopa) de extrato de tomates
- 2 colheres (sopa) de cebola picada
- 2 colheres (sopa) de cheiro verde picado
- 3 colheres (sopa) de óleo de soja
- 3 xícaras (chá) de água
- sal, alho e pimenta (a gosto)

Modo de preparo:
Massa:
- Em um recipiente pequeno (bacia) misturar os ingredientes da massa, formar os bolinhos e, fritar em óleo quente.
- Após a fritura, deixar as almôndegas sobre folha de papel absorvente.

Molho:
- Refogar em óleo quente o alho, a cebola e o tomate, mexendo sempre.
- Acrescentar o extrato de tomate, o sal e a água.
- Tampar a panela, abaixando o fogo após a fervura.
- Cozinhar por cinco minutos.
- Desligar o fogo e adicionar o cheiro verde.
- Arrumar as almôndegas em uma travessa e cobri-las com o molho.
- Servir em seguida.

Biscoitos Casadinhos
Ingredientes:
- 3 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 1 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de soja
- 250 g de margarina
- 1 xícara (café) de açúcar
- Mel ou geléia de frutas para rechear

Modo de preparo:
- Preparar um creme com a margarina e o açúcar, misturar as farinhas até formar uma massa. Abrir a massa com o auxílio de um rolo.
- Cortar a massa em rodelas, dispondo-as em assadeiras sem untar e levar ao forno em temperatura média para assar.
- Os biscoitos deverão ser retirados do forno bem clarinhos.
- Esperar esfriar, passar mel ou geléia nas rodelas e uni-las uma a outra.

Maionese de Soja
Ingredientes:
- 1 xícara (chá) de extrato de soja "leite" gelado
- 1 colher (sopa) de caldo de limão
- 1 colher (chá) de sal
- 5 azeitonas picadas
- 1/4 de cebola picada
- Óleo de soja gelado
Modo de preparo:
- Adicionar todos os ingredientes, com exceção do óleo, no copo do liqüidificador e bater.
- Adicionar o óleo, bem devagar, no centro da massa até atingir uma consistência firme, quando ocorre o fechamento do "furo" no centro da maionese e o liqüidificador não consegue mais bater.

Esfihas de Resíduo PVT
Ingredientes:
Massa:
- 2 xícaras (chá) de resíduo de soja
- 3 colheres (sopa) de fermento para pão
- 6 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 2 colheres (sopa) de açúcar
- 2 colheres (chá) de sal
- 1/2 copo de óleo (150 ml)
- 1/2 copo de água morna
Recheio:
- 1 xícara (chá) de PVT
- 2 xícaras (chá) de água fervente
- 1 tablete de caldo de carne
- 3 tomates sem sementes
- 2 colheres (sopa) de óleo de soja
- 1 cebola picada
- 2 dentes de alho
- 1 colher (sopa) de extrato de tomate
- Cheiro verde
Modo de preparo:
Massa:
- Dissolver o fermento em água morna. Juntar o açúcar, o sal, o óleo e o resíduo.
- Adicionar aos poucos a farinha de trigo e amassar.
- Formar bolinhas, com a massa obtida, e deixá-las sobre uma superfície limpa.
Recheio
- Hidratar a PVT, com as duas xícaras de água quente, por aproximadamente 10 minutos.
- Espremer a PVT, numa peneira (tipo escorredor de macarrão), para retirar o excessos de água.
- Refogar o alho e a cebola no óleo já aquecido e adicionar o caldo de carne e o extrato de tomate.
- Juntar os tomates picados (miúdos) e a PVT hidratada.
- Por último acrescentar o cheiro verde.

Preparo das esfihas
- Abrir as bolinhas da massa na palma da mão.
- Rechear com o PVT previamente preparado.
- Fechar as esfirras na forma de um triângulo.
- Colocar as esfirras em assadeiras previamente untadas e polvilhadas com farinha de trigo.
- Assar em forno pré-aquecido, em temperatura média.

Salada de Soja
Ingredientes:
- 2 xícaras (chá) de grãos de soja cozidos
- 3 tomates sem sementes picados
- 1 pimentão verde picado
- 1 pimentão vermelho picado
- 2 cebolas médias picadas
- Cheiro verde, sal, azeite de oliva e suco de limão (a gosto).
Modo de preparo:
- Cozinhar os grãos conforme a receita básica.
- Deixar esfriar e misturá-los com todo os ingredientes.
- Levar à geladeira e servir quando estiver bem fria.

Arroz Doce
Ingredientes:
- 2 xícaras (chá) de arroz cru, lavado e escorrido
- 8 xícaras (chá) de extrato de soja
- 3 xícaras (chá) de água
- 4 colheres (chá) de casca de limão ralada
- 2 e 1/2 xícaras (chá) de açúcar
- 1 colher (chá) de sal
- Canela em pó
Modo de preparo:
- Colocar três xícaras (chá) de água e quatro xícaras (chá) de extrato de soja "leite de soja" para ferver.
- Quando estiver fervendo adicionar as duas xícaras (chá) de arroz previamente lavado e escorrido.
- Quando o arroz estiver quase cozido, juntar o restante do extrato de soja, o açúcar, o sal e as raspas de limão.
- Quando o arroz estiver bem cozido, retirar do fogo, transferir para um recipiente (pires) e, salpicar canela em pó.
- Servir morno ou gelado.

Massa de Empadão com Resíduo de Soja
e maionese de Extrato de Soja
Ingredientes:
- 3 e 1/2 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 1 xícara (chá) de resíduo de soja
- 1 xícara (chá) de maionese de extrato de soja

Recheio
- 2 xícaras (chá) de PVT seca
- 1 lata de ervilha ou milho verde
- 4 colheres (sopa) de óleo
- 3 colheres (sopa) de massa de tomate
- Pimenta do reino (a gosto)
- 1 cebola pequena picada
- Cheiro verde picado
- Sal (a gosto)
Modo de preparo:
- Misturar a maionese com o resíduo e adicionar a farinha de trigo, até formar uma massa homogênea.
- Estender a massa, de modo a forrar o fundo e os lados de uma assadeira de tamanho médio, reservar um pouco da massa para a cobertura.
- Rechear, cobrir o empadão com o restante da massa e pincelar a cobertura com gema de ovo batido.
- Assar por 20 minutos e servir quente.
Obs.: Essa massa pode ser utilizada para o preparo de empadinhas.
Recheio
- Preparar a PVT conforme já descrito em receita anterior.
- Refogar em óleo quente a PVT, os temperos e a ervilha ou o milho verde.
- Esperar esfriar para rechear.
- Para enriquecer, juntar ao recheio duas colheres de sopa de requeijão cremoso.

Rissoles de Milho e Soja
Ingredientes:
Massa:
- 100 g de margarina
- 2 xícaras (chá) de resíduo de soja
- 2 xícaras (chá) de extrato de soja
- 5 xícaras (chá) de farinha de trigo
- 2 cubos de caldo de galinha
Recheio:
- 3 xícaras (chá) de milho verde
- 1/2 litro de extrato de soja
- 2 cubos de caldo de galinha
- 3 cebolas raladas
- 2 colheres (sopa) de margarina ou óleo
- 3 colheres (sopa) de maisena
Cobertura:
- 2 claras
- 2 xícaras (chá) de farinha de rosca
Modo de preparo:
Massa:
- Dissolver o caldo de galinha no extrato de soja e reservar.
- Levar ao fogo a margarina, quando estiver derretida, adicionar a farinha de trigo e torrar levemente.
- Adicionar o resíduo e, a seguir, o extrato com o caldo de galinha.
- Misturar até soltar do fundo da panela.
- Retirar a massa, colocá-la em um prato para esfriar e reservar.
Recheio:
- Bater no liqüidificador uma xícara (chá) de milho verde com o extrato de soja.
- Coar a massa líquida obtida em peneira e reservar.
- Levar ao fogo a margarina e, refogar a cebola, o caldo de galinha, os temperos e o restante do milho.
- Juntar ao refogado o líquido coado, misturando sem parar.
- Dissolver a maisena em água fria e adicionar ao "mingau" da panela, misturando sempre. Cozinhar até engrossar.
- Após o cozimento, deixar esfriar, um pouco, para rechear os pastéis.
Montagem
- Abrir a massa sobre uma superfície lisa e polvilhada com farinha de trigo.
- Dispor o recheio e dobrar a massa.
- Cortar a massa recheada e dobrada com auxílio de um cortador, ou com a boca de um copo.
- Passar os rissoles na clara de ovo e, a seguir, na farinha de rosca.
- Fritar em óleo quente.

Torta de Mandioca
Ingredientes:
1 quilo de mandioca
1 xícara (chá) de resíduo de soja
1 xícara (chá) de cebolinha verde picada
1 xícara (chá) de salsinha picada
1/2 xícara (chá) de cebola picada
4 colheres (sopa) de margarina
1 colher (café) de açúcar
Recheio:
300 g de PVT hidratado
5 dentes de alho
1/2 cebola picada
1/2 xícara (chá) de óleo
20 azeitonas picadas
1 cubo de caldo de carne
1/2 xícara (chá) de cheiro verde picado
Sal (a gosto)
Modo de preparo:
Recheio:
- Refogar em óleo quente a PVT previamente hidratada, juntamente com o sal, o alho e a cebola picados.
- Acrescentar o cheiro verde picado.
- Deixar cozinhar e, quando estiver com pouco caldo retirar do fogo e reservar.
Massa:
- Cozinhar a mandioca.
- Esfriar, retirar os talos fibrosos e, amassar com garfo.
- Adicionar o cheiro verde, a margarina e o resíduo.
- Amassar bem até a mistura completa dos ingredientes.
- Num recipiente (pires) previamente untado com margarina, abrir a metade da massa.
- Rechear com o PVT refogado.
- Cobrir com o restante da massa, pincelar com gema de ovo e salpicar queijo ralado.
- Levar ao forno para dourar.
- Servir quente ou frio.

Vitamina de Banana
Ingredientes:
· 3 bananas maduras
· 1 colher de açúcar
· 1 litro de extrato de soja

Modo de preparo:
¨ bater todos os ingredientes no liqüidificador.
Obs: as bananas podem ser substituídas por melancia, melão ou maçã.
Rendimento: aproximadamente 1 litro.

Tofu– “Queijo de Soja”1 ) Pesar 1 kg de grãos de soja, lavar com água de torneira e escorrer. Em seguida, colocar os grãos lavados em um recipiente e adicionar água filtrada até cobri-los e deixar de molho por uma noite (8-10 horas) em temperatura ambiente.
2) Escorrer a água do molho, enxaguar os grãos e escorrer a água.
3) Transferir os grãos para um liqüidificador, adicionar 8 litros de água e liquidificar. Como os liqüidificadores domésticos têm uma capacidade pequena, essa operação pode ser feita em diversas etapas, tomando-se o cuidado de manter a proporção de grãos e água e, ao final do processo, juntar todas as porções.
4) Transferir a mistura obtida para uma panela de alumínio grossa e cozinhar por 10 minutos numa temperatura de 95-100ºC, mexendo sempre para não pegar no fundo da panela.
5) Deixar esfriar e coar em tecido de trama fina ou em tecido próprio para coar coalho de leite de vaca - "pano de queijo".
6) Separar a porção líquida "leite de soja" obtida e medir o volume.
7) Preparar o agente coagulante - sulfato de cálcio dihidratado (CaSo4 . 2H2O). Para cada litro de leite de soja, dissolver uma colher de sobremesa rasa de ½ copo de água morna.
8) Adicionar a solução coagulante ao leite também morno (75-80ºC), agitando com uma colher para misturar bem o agente coagulante ao leite de soja.
9) Deixar o leite coagular e, após a formação do coágulo (tofu), esperar de 15 a 20 minutos sem mexer.
10) Transferir o coágulo para uma forma (caixa de metal ou madeira) perfurada e forrada com um tecido de malha fina e úmido. Cobrir com uma tampa também perfurada e que se encaixe no interior da forma. Prensar a forma com pesos homogeniamente distribuídos sobre a tampa durante 15 a 20 minutos.
11) Colocar a forma contendo o tofu prensado dentro de um recipiente (bacia) contendo água gelada e deixar por 5 minutos. A seguir, desenformar removendo o pano.
12) Cortar o coágulo obtido (tofu) em pequenos pedaços (cubos) e colocá-los em um recipiente contendo também água gelada. Deixar os cubos na água gelada por 1 hora.
13) Armazenar em geladeira os cubos de tofu em recipiente hermeticamente fechado (tipo "tupperware") com água gelada. Os cubos de tofu podem ser também armazenados em sacos plásticos selados em seladora elétrica ou tipo "zip loock" contendo também parte da água gelada do item anterior (12). Obs.: conservar sempre em geladeira (2-4ºC)

ATENÇÃO: Como agentes coagulantes, podem ser utilizados também o Cloreto de Magnésio (MgCL2) ou Cloreto de Cálcio (CaCl2), na mesma proporção recomendada.

Bolachas de Soja
Ingredientes:
- 01 xícara (chá) de margarina
- 02 ovos
- 01 e meia xícara (chá) de açúcar
- 01 xícara (chá) de farinha de soja
- 01 xícara (chá) de coco ralado
- 03 xícaras (chá) de polvilho doce

Modo dePreparo:
Bater na batedeira a margarina, os ovos e o açúcar até formar um creme. Misturar a farinha de soja com o coco ralado ao creme, misturar bem e ir adicionando o polvilho doce até formar uma massa homogênea. Abrir a massa com o rolo e cortar os biscoitos no formato desejado. Colocar em forma untada e polvilhada com farinha de trigo, assar em forno baixo por mais ou menos 10 minutos.
Rendimento: 120 unidades

Ovos de Páscoa com Soja
Ingredientes:
1kg de chocolate ao leite em barra
200 g de kinako (grão de soja torrado e moído)
3 colheres de sopa de flocos de arroz

Modo de Preparo:
Em recipiente refratário, derreta o chocolate por aproximadamente 4 minutos no forno de microondas. Retire do forno e mexa até dissolver todo o chocolate. Pegue outra vasilha e coloque água com gelo. Coloque a vasilha do chocolate derretido na água gelada e mexa até voltar a temperatura ambiente.
Retire a vasilha da água gelada, acrescente o Kinako e o flocos de arroz. Mexa até misturar. Coloque na forma de ovo ou de bombom a primeira camada e leve ao congelador por alguns minutos. Retire e faça a segunda camada dando o acabamento nas bordas.

Rendimento: 2 ovos de 600g
empo de preparo: 1 hora

Nenhum comentário:

Postar um comentário